Para FHC, Dilma deve estar considerando demissão de Orlando Silva

Para o ex-presidente, é preciso "dar tempo ao tempo" e esperar o processo de esclarecimento das denúncias

AE |

selo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse hoje que não se surpreende com as pressões sobre a presidenta Dilma Rousseff para demitir o ministro do Esporte, Orlando Silva (PC do B-SP), e afirmou que quando há denúncia envolvendo auxiliar próximo do presidente é comum que haja essa pressão.

Leia também: Dilma mantém Orlando Silva no Esporte

AE
FHC fala em encontro com pré-candidatos do PSDB para a eleição municipal de 2012

"Isso sempre foi assim, quando sai denúncia, não tem jeito. É que esta havendo muita denúncia", disse, referindo-se à queda de quatro ministros do governo Dilma denunciados por irregularidades.

Questionado sobre os motivos de tantas denúncias, FHC foi irônico: "Tem de perguntar para o pessoal do PT."

Para o ex-presidente, é preciso "dar tempo ao tempo" e esperar o processo de esclarecimento das denúncias. Fernando Henrique acredita que Dilma deva estar aguardando a conclusão das investigações para definir o futuro de Orlando Silva na pasta.

"Não sou presidente e, por sorte, não tenho de opinar sobre uma coisa que é sempre desagradável, que é demitir alguém. Mas acho que ela deve estar considerando", afirmou o ex-presidente após participar de palestra promovida pelo Diretório Municipal do PSDB, em São Paulo.

O encontro reuniu os pré-candidatos do partido para a eleição municipal de 2012.

    Leia tudo sobre: Orlando Silvacrise no Esporteministro do EsporteFHC

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG