Para escapar da imprensa, Silvio Pereira se refugia em Ilha Bela

Após reportagem do iG sobre seus planos de voltar ao PT, ex-secretário-geral decide se afastar da imprensa e dos colegas

Clarissa Oliveira, enviada a Brasília |

Em meio à polêmica provocada pela notícia de que está articulando sua volta aos quadros do PT, o ex-secretário-geral do partido Silvio Pereira decidiu se refugiar em Ilha Bela, no litoral paulista, onde possui uma casa de praia.

Silvinho, segundo amigos, preferiu ficar longe achou melhor evitar jornalistas e até mesmo colegas de partido, após reportagem publicada pelo iG ontem sobre seus planos de apresentar um pedido de refiliação à legenda.

Silvinho, como é chamado pelos amigos, começou a se movimentar após vir à tona a notícia de que o ex-tesoureiro petista Delúbio Soares retomou recentemente seu esforço para voltar à sigla. Nos dois casos, as conversas informais entre os dois ex-dirigentes e a direção petista já foram iniciadas, mas o partido pediu que o tema fosse jogado para frente para não atrapalhar o processo de consolidação do governo da presidenta Dilma Rousseff .

Em julho de 2005, auge da crise do mensalão, Silvinho pediu desfiliação em meio a denúncias de favorecimento na relação com empresas que mantinham contratos com o governo. Com o pedido, ele pretendia se antecipar à decisão da Executiva Nacional do partido em favor de sua expulsão.

    Leia tudo sobre: Silvio PereiraSilvinhoPT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG