Países devem se responsabilizar por clima, diz Lula

Presidente voltou a cobrar responsabilidades de todos os países na redução dos gases causadores do efeito estufa

Agência Estado |

Em discurso feito na cerimônia de abertura da Cúpula Brasil - Comunidade do Caribe (Caricom), no Palácio do Itamaraty, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar responsabilidades de todos os países na redução dos gases causadores do efeito estufa, alertando que "o Brasil continuará a dar exemplo com iniciativas ambiciosas para reduzir substancialmente suas emissões".

"O crescimento robusto do mundo em desenvolvimento requer que todos os países assumam suas responsabilidades."

No discurso, o presidente brasileiro destacou ainda a forte vocação democrática que une os nações do grupo, lembrando que assim como o Brasil três outros países da região terão eleições este ano: Haiti, Suriname e Trinidad e Tobago.

Lula defendeu a importância do fortalecimento das alianças entre os países da região "em favor de uma ordem internacional mais justa" e disse que o processo de integração faz parte de um movimento que está reescrevendo a história da América Latina e do Caribe. Ele lembrou que, "na Bahia, em 2008, pela primeira vez em 200 anos, as nações latino-americanas e caribenhas reuniram-se com agenda própria" e "sem tutelas externas".

AE
Lula e Winston Baldwin Spencer, primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, durante conferência com países do Caribe

Pela manhã, Lula participou de reunião bilateral com o primeiro-ministro da Jamaica, Bruce Golding, e depois com o primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Winston Spencer. O presidente brasileiro e mais dez representantes dos países do Caribe passarão o dia de hoje no Itamaraty. Pouco antes do almoço, os presidentes da Caricom iniciaram uma reunião a portas fechadas. No final da tarde, Lula vai receber, separadamente, o presidente do Haiti, René Préval.

Protesto
No momento da foto oficial do evento, funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Ministério do Meio Ambiente realizaram uma manifestação em frente ao Palácio do Itamaraty, onde está sendo realizado o encontro da cúpula.

    Leia tudo sobre: Lulaefeito estufameio ambiente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG