Oposição tentará votar Ficha Limpa antes de pré-sal

O projeto Ficha Limpa poderia passar a tramitar em caráter de urgência e ainda ser votado em sessão extraordinária no plenário

Agência Estado |

A oposição tentará votar, no Senado, o projeto Ficha Limpa antes dos projetos de lei do pré-sal, segundo informaram esta tarde os líderes do DEM, José Agripino Maia (RN), e do PSDB, Arthur Virgílio (AM). Para isso, Virgílio apresentará ainda hoje à Mesa Diretora do Senado uma questão de ordem.

Será questionado se, havendo acordo entre todos os líderes partidários, o projeto Ficha Limpa poderia passar a tramitar em caráter de urgência e ainda ser votado em sessão extraordinária no plenário mesmo com a pauta trancada por Medidas Provisórias e pelos projetos do pré-sal.

Se a Mesa Diretora e os líderes partidários concordarem com esta proposta, o projeto Ficha Limpa seria votado, segundo os senadores da oposição, amanhã. O projeto ainda está sob análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e será votado amanhã pela manhã. O relator é o senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Virgílio e Agripino estiveram reunidos, até esta tarde, com o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR). Virgílio comunicou o líder governista sobre a questão de ordem que encaminhará à Mesa Diretora.

Em contrapartida, Jucá informou que pretende votar hoje uma Medida Provisória. Amanhã seriam votadas outras três medidas provisórias, entre elas a que reajusta o salário mínimo para R$ 510, e as aposentadorias em 7,7%. A oposição concorda em votar estes projetos. Jucá também deseja que se comece a discutir, ainda na quarta-feira, os projetos do pré-sal, mas, neste caso, a oposição é contra a votação dos textos em caráter de urgência. Governo e oposição tentaram chegar a um acordo para retirar a urgência, mas Jucá disse na manhã de hoje que o governo não aceitou a proposta.

A oposição corre, agora, para encontrar uma maneira de passar o projeto Ficha Limpa na frente dos projetos do pré-sal na lista de votações. Caso contrário, ao obstruir a votação do pré-sal, eles irão atrasar também a votação do Ficha Limpa. "Agora os líderes têm que concordar com a urgência para o Ficha Limpa. Vamos ver se o governo vai assinar", disse Virgílio. "Jucá faz um mau negócio ao querer misturar pré-sal com Ficha Limpa. Isso turva a água do acordo", disse Agripino.

    Leia tudo sobre: Ficha Limpapré-sal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG