Oposição negocia adiamento de reajuste para servidores no TO

Deputados da base do governador eleito defendem aumento salarial a partir da posse de Siqueira Campos

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

A bancada de oposição ao governador do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), apesar de ser minoria, concorda com o reajuste para os servidores públicos, mas quer que o assunto seja discutido em janeiro de 2011, quando toma posse o governador eleito Siqueira Campos (PSDB). Os servidores públicos defendem um reajuste de 4,68%.

“O reajuste dos servidores é louvável, mas tem que ver o orçamento do novo governo,” disse o deputado Osires Damaso (DEM), aliado Siqueira. O parlamentar avalia que qualquer decisão que vir a ser tomada agora, dependendo do índice do reajuste, pode prejudicar o novo governo.

Sindicatos

Para o deputado Marcelo Lelis (PV), da base de apoio a Siqueira, “é preciso conhecer os dados apresentados pelos sindicatos e também a atual situação do Estado.” Ele defende a valorização dos servidores públicos, mas entende que a situação financeira do Estado deve ser analisa com cuidado, “para evitar um colapso na folha de pagamento.”

“Alguns segmentos do Estado, como a Saúde e a Segurança Pública, estão em situação caótica, por isso, eu defendo uma discussão, antes de qualquer aumento,” acrescenta Lelis.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG