OAB: Ficha Limpa é basta contra falta de ética

Em sessão extraordinária, senadores aprovaram por 76 a 0 o projeto que proíbe a candidatura de políticos condenados na Justiça

Andréia Sadi, iG Brasília |

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) comemorou a aprovação do projeto ficha limpa nesta quarta-feira no Senado. O secretário-geral da OAB, Marcos Vinicius Furtado Coelho, disse ao iG que o projeto “é um basta contra a falta de ética”. “Projeto é uma grande mensagem de que a sociedade brasileira quer um basta contra a falta de ética, quer um ponto final naquela cultura de que tudo é possível. É a vitória da ética contra os desmandos”, comemorou Coelho.

Aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados, o projeto "Ficha Limpa" barra a candidatura de políticos condenados pela Justiça. No Senado, a votação foi unânime: 76 a 0.

“A maior contribuição do projeto é que o Judiciário possa agora agilizar o julgamento dos processos dos políticos e gestores denunciados por corrupção para que se faça Justiça. Ou seja, o mais rápido possível, que julgamentos possam afastar da vida pública pessoas que não tenham condições de serem votadas”, defendeu o advogado.

O texto segue, agora, para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Se isso ocorrer até o dia 9 de junho, a lei vale para a eleição deste ano.

    Leia tudo sobre: Ficha Limpa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG