Em entrevista à Folha de S.Paulo, ministro diz que consultoria sempre esteve registrada e que 'pagou todos os impostos'

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo , o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, afirmou que nunca escondeu suas atividades como consultor à frente da empresa Projeto. Esta foi a primeira vez que Palocci prestou esclarecimentos sobre a multiplicação por 20 de seu patrimônio nos últimos anos. De acordo com a Folha de S.Paulo , a empresa de consultoria do ministro faturou R$ 20 milhões em 2010, quando ele chefiou a campanha de Dilma Rousseff à presidência, enquanto exercia o mandato de deputado federal.

"Quero lembrar que eu nunca escondi minhas atividades de consultoria. A empresa sempre esteve registrada em meu nome e de meu sócio na Junta Comercial, com seu objeto social, sede e demais dados disponíveis para consulta de qualquer pessoa. Lembro-me, inclusive, que jornais e revistas chegaram a noticiar algumas das atividades que realizei como consultor. A Projeto sempre entregou aos órgãos públicos todas as informações exigidas legalmente e pagou todos os impostos", afirmou.

Ainda segundo o jornal, Palocci afirmou não ter informado a presidenta os nomes dos clientes de sua empresa de consultoria, a Projeto, nem a natureza dos serviços que ela prestou. "Não entrei em detalhes sobre os nomes dos clientes ou sobre os serviços prestados para cada um deles", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.