No Senado, Itamar tenta tirar Serra do ostracismo

Eleito senador pelo PPS, ex-presidente fará pronunciamento defendendo salário mínimo de R$ 600, proposta do tucano

Nara Alves, iG São Paulo |

O ex-presidente Itamar Franco, eleito senador pelo PPS na chapa do candidato derrotado à Presidência pelo PSDB, José Serra, fará um pronunciamento nesta terça-feira no Senado em defesa de um salário mínimo de R$ 600.

Em seu discurso, Itamar deve sugerir à Casa que convide o tucano para discutir o assunto, já que a proposta foi colocada pelo então candidato ao longo da campanha de 2010.

"Itamar vai propor que se ouça José Serra no Senado, já que ele fez campanha dizendo que era possível um salário mínimo de R$ 600", afirmou o deputado Roberto Freire (SP), presidente nacional do PPS.

Desde que perdeu a disputa presidencial, José Serra age apenas nos bastidores. O tucano tem evitado conceder entrevistas ou falar com a imprensa em eventos públicos oficiais. Sem cargo público, Serra tem se manifestado quase que exclusivamente através do Twitter .

Na Câmara, o PPS já apresentou uma proposta de salário mínimo de R$ 600. A proposta está acima do proposto pelo governo.

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza , adiantou que fará, também amanhã, um apelo para que todos os deputados aliados votem pelo salário mínimo de R$ 545.

    Leia tudo sobre: Serrasalário mínimoitamar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG