Outro nomeado é Cassio Taniguchi, que vai comandar a Secretaria Estadual de Planejamento

O governador eleito do Paraná, Beto Richa (PSDB), anunciou hoje sete nomes para fazer parte do seu secretariado em 2011. Um deles é o de sua mulher, Fernanda Richa, que chefiará a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social.

Anteriormente, o governador eleito já havia apresentado seu irmão, José Richa Filho, como secretário de Infraestrutura e Logística. Na prefeitura de Curitiba, Fernanda Richa era a responsável pela Fundação de Ação Social (FAS) durante a gestão do ex-prefeito tucano, agora eleito governador. Os cargos de secretários são considerados políticos, o que os exclui da súmula vinculante 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), que proibiu o nepotismo em órgãos públicos.

Outro nomeado é o ex-prefeito da capital do Estado e ex-secretário de Desenvolvimento Urbano do Distrito Federal deputado federal Cassio Taniguchi (DEM). Ele vai comandar a Secretaria de Planejamento. Taniguchi já ocupou esse mesmo cargo em 1995 e 1996, no governo Jaime Lerner. Richa foi vice-prefeito de Taniguchi durante a segunda gestão à frente da capital paranaense, entre 2001 e 2004. No entanto, na disputa para sua sucessão, Taniguchi apoiou Osmar Bertoldi (DEM) contra Richa, que foi o vencedor. Nas eleições deste ano, ele não teve atuação explícita.

Taniguchi foi secretário do Distrito Federal na gestão do ex-governador José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), mas não chegou a ser citado no escândalo que acabou derrubando o governador. Porém, respondeu a processo no STF por crimes de responsabilidade supostamente cometidos em 1997, em seu primeiro mandato como prefeito de Curitiba, quando, conforme a acusação, teria aprovado despesas ilegais e pago precatórios com empréstimo internacional. Foi condenado em maio deste ano, mas não precisou cumprir pena porque o crime havia prescrito em 2004.

Além dos dois, o governador eleito anunciou mais cinco secretários. Na Indústria e Comércio foi indicado o deputado federal Ricardo Barros (PP), que já ocupou o cargo de vice-líder do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Câmara dos Deputados. Para a Secretaria da Segurança Pública, foi anunciado o delegado da Polícia Federal (PF) Reinaldo de Almeida Cesar. Ele já foi secretário de Administração e Negócios Jurídicos da prefeitura de Ponta Grossa.

O Turismo ficará sob responsabilidade do empresário Faisal Saleh, que tem atuação no setor turístico de Foz do Iguaçu. O atual presidente da Fundação Cultural de Curitiba, jornalista Paulino Viapiana, responderá pela Secretaria da Cultura do governo, enquanto o engenheiro civil e ex-superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Paraná Jonel Nazareno Iurk será o secretário do Meio Ambiente. Richa anunciou ainda que o funcionário de carreira do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em Jacarezinho, no norte do Estado, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, assumirá a chefia do Ibama no Estado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.