No Paraná, Richa consegue ampliação de margem do Orçamento

Governador eleito pelo PSDB terá mais poder para fazer remanejamento de verbas e implementar promessas de campanhas

Agência Estado |

O governador eleito do Paraná, Beto Richa (PSDB), terá uma margem maior para remanejar o Orçamento de cerca de R$ 25 bilhões previsto para o próximo ano. A decisão foi tomada em reunião realizada nesta manhã, entre os integrantes da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa e a equipe de transição do novo governo.

"Vamos fazer um ajuste aumentando de 5% para 7% o remanejamento do Orçamento para que o governador eleito possa legislar por decreto", disse o presidente da comissão, deputado Nereu Moura (PMDB).  Segundo ele, que pertence à bancada de oposição, houve "bom senso" ao permitir que Richa tenha capacidade maior para manobrar o Orçamento e implementar algumas das promessas de campanha.

Na reunião também foi decidido que os deputados poderão apresentar emendas ao Orçamento até o dia 23 de novembro. A princípio, o prazo terminaria no fim desta semana. Até agora já foram apresentados mais de R$ 300 milhões em emendas.

    Leia tudo sobre: paranárichaorçamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG