No Nordeste, Dilma vai enfrentar debate sobre cortes no Orçamento

Em reunião com presidenta, em Sergipe, nove governadores vão discutir o impacto da medida nos Estados

Andréia Sadi, iG Brasília |

Cercada por nove governadores, a presidenta Dilma Rousseff enfrentará na próxima segunda-feira, em Aracaju (SE), um debate sobre a forma como os cortes programados pelo governo no Orçamento vai impactar nos Estados. Diante da contenção de R$ 50 bilhões anunciada pela equipe econômica do governo federal no começo do mês, os governadores se dizem preocupados porque não sabem o impacto que a medida terá sobre os programas que dependem de verba federal. “O tema não vai ser o eixo principal da pauta, mas vai aparecer no encontro”, disse ao iG o anfitrião do fórum, o governador de Sergipe, Marcelo Déda.

Agência Estado
Dilma dará explicações a governadores
Em reunião em Aracaju na sexta-feira passada, os governadores definiram que vão discutir a influência dos cortes nas verbas para os financiamentos da saúde e segurança pública. "Todo corte preocupa, mas sabemos que este é necessário. Teremos um ano duro pela frente”, avaliou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

O governador do Ceará, Cid Gomes, elogiou a medida de Dilma e disse que, se estivesse no lugar da presidenta, tomaria a mesma decisão. “Neste momento, as pessoas compreendem e acham natural que se faça contenções, mas é sempre bom ouvir explicações da própria presidenta”, disse ele ao iG sobre os cortes.

No Ceará, no entanto, o governador afirmou não estar preocupado com os reflexos dos cortes da União já que o Estado não fez “nenhuma projeção de grandes investimentos federais” neste ano. “Além do que, já foi assegurado que o governo não vai cortar as obras do PAC”, afirmou. Apesar de preservar o contingenciamento do PAC, o governo já admite que as obras poderão atrasar.

Assim como a principal promessa de campanha de Dilma, o tema central do encontro será a erradicação da miséria no País. Os governadores também vão abordar a criação de um sistema de vigilância da pobreza, ações territoriais articuladas e compromisso com Objetivos do Milênio (ODM) para alcançar a meta nacional.

Outro tema que será abordado no encontro é a infraestrutura de portos e aeroportos, além de obras complementares da transposição do rio São Francisco.

Participarão do encontro, além de Déda e Cid, Eduardo Campos (PE), Rosalba Ciarlini (RN), Teotônio Vilela (AL), Jaques Wagner (BA), Roseana Sarney (MA), Ricardo Coutinho (PB) e Wilson Martins (PI). Além dos nove governadores do Nordeste, o fórum contará com a participação do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, do PSDB. “Eu o convidei e, na última sexta-feira, ele mandou uma pessoa para reunião preparatória. Portanto, presumo que ele virá”, disse Déda.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffDilmagovernadoresorçamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG