Em inserções em rede nacional, partido usa imagens de um jovem e de uma dona de casa para alfinetar governo federal

Em meio a disputas internas , o PSDB exibe nesta terça-feira duas inserções publicitárias em que critica a ameaça da volta da inflação e o atraso nas obras para a Copa do Mundo de 2014. Em rede nacional de rádio e televisão, o partido irá repetir hoje as peças de 30 segundos exibidas nos últimos dias 14 e 16 de abril. A próxima inserção publicitária do PSDB será no dia 19 de maio, após a convenção nacional que definirá o novo presidente tucano.

Um dos programas mostra um jovem com sotaque nordestino em um aeroporto reclamando do atraso das obras de infraestrutura previstas para o mundial de futebol. "Olha os aeroportos, ninguém faz nada. Estão esperando o quê? As obras atrasarem bastante pra ficarem muito mais caras? E a gente? Nós vamos pagar por tudo isso e ainda por cima passar vergonha?", alfineta o ator. A inserção termina com o logo da sigla e o slogan: "A gente não cobra cargos. Cobra competência".

No segundo programa, uma dona de casa reclama da alta dos preços enquanto faz compras em um supermercado. Ela afirma que o governo disse que "não vai mais controlar a inflação" e questiona: "o que essa turma andou aprontando?". Com uma pistola de etiqueta de remarcação de preços em mãos, a personagem diz que a questão da alta nos preços já estava "resolvida desde 1994".

Ao contrário da inserção do PSDB em janeiro, quando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso protagonizou uma espécie de talk show, as peças criadas pelo publicitário Stalimir Vieira que serão exibidas nesta terça não trazem nenhum político.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.