Após visitar terra natal de seu pai, na Bulgária, presidenta desembarca em Ancara, na Turquia

A presidenta Dilma Rousseff desembarcou nesta quinta-feira em Ancara como convidada de do chefe de governo da Turquia, Abdullah Gül, que em comunicado ressaltou a importância da relação entre os dois países-membros do G-20. O presidente turco destacou o Brasil como seu "primeiro parceiro estratégico e o maior parceiro comercial na América Latina", e afirmou que a visita reforçará "a cooperação bilateral e global entre os dois países do G20 cujo perfil internacional aumenta a cada dia".

Leia também: Dilma visita túmulo de meio-irmão na Bulgária

Dilma foi recebida em Ancara, na Turquia, pela ministra de Assuntos da Mulher
Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma foi recebida em Ancara, na Turquia, pela ministra de Assuntos da Mulher

A Turquia também destacou o alto nível político e empresarial da delegação brasileira, que inclui o ministro da Defesa, Celso Amorim, com quem há dois anos tentou negociar um acordo com o Irã sobre seu polêmico programa nuclear. Dilma foi recebida na capital turca pela ministra de Assuntos da Mulher, Selma Aliye Kavaf.

Esta é a segunda visita de um chefe de Estado brasileiro à Turquia desde 2009, quando Luiz Inácio Lula da Silva visitou o país euroasiático. Na reunião entre Dilma e Gül serão tratados tanto as relações bilaterais, que segundo Ancara alcançaram uma dimensão estratégica, como outras questões internacionais.

Os dois líderes deverão ainda anunciar em Ancara uma declaração conjunta sobre a "perspectiva estratégica de uma associação dinâmica: Turquia-Brasil", e assinar acordos bilaterais de cooperação em educação superior e justiça.

Na sexta-feira, a presidenta participará de um fórum de empresários de ambos os países, e embarcará para Istambul no sábado para visitar lugares históricos da cidade do Bósforo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.