Ministro nega benefício a Pernambuco em caso do rio São Francisco

Fernando Bezerra tentou transferir recursos da transposição para obras no Estado onde fez sua carreira política

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Questionado sobre a destinação de recursos da transposição do Rio São Francisco para Pernambuco, seu Estado natal, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, afirmou que houve desaceleração das obras com renegociação de contratos e, por isso, tentou realocar os recurso em obras no Estado onde fez sua carreira política.

Ele negou novamente benefício à sua região e destacou que Pernambuco foi beneficiada com verbas de sua pasta por causa de emendas parlamentares. Além disso, destacou que, na próxima terça-feira (06), irá ao Congresso Nacional mostrar “projeto por projeto”. O ministro deu as declarações em Minas Gerais, após reunião com o governador do Estado, Antonio Anastasia , sobre as enchentes no Estado.

Nesta sexta,  o jornal O Estado de S.Paulo revelou que o ministro tentou tirar R$ 50 milhões do Orçamento de 2012 da obra de transposição do Rio São Francisco para destinar recursos a uma barragem em Pernambuco, seu berço político. A tentativa foi feita por meio de ofício encaminhado em outubro de 2011 ao Ministério do Planejamento em que pedia uma realocação de recursos para destinar o montante à barragem de Serro Azul, na Zona da Mata pernambucana. A manobra foi barrada pelo Congresso na votação do Orçamento.

Entenda o caso: Ministro da Integração quis usar verba do Rio São Francisco em Pernambuco

Divulgação
O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, ao lado dos ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra (à esquerda), e Paulo Passos, dos Transportes (à direita)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG