Ministério da Justiça muda regras para contratação de ONGs

Pasta é a primeira a seguir orientação do Planalto de suspender contratos com entidades

Agência Brasil |

O Ministério da Justiça publicou na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União uma portaria que disciplina a execução de convênios, contratos de repasse e termos de parceria firmados com entidades sem fins lucrativos no âmbito da pasta.

Leia mais notícias sobre a crise no Esporte

 A medida determina a suspensão temporária dos pagamentos dos convênios firmados até 16 de setembro. A medida vale por 30 dias, a contar de 31 de outubro, data da publicação do decreto que disciplina a execução desses convênios.

A pasta é a primeira a seguir a determinação da presidenta Dilma Rousseff de suspender contratos com organizações não governamentais até que seja avaliada a regularidade da execução do que foi contratado pelo governo até agora. Na semana passada, o ministro do Esporte, Orlando Silva, deixou o cargo após uma série de denúncias de irregularidades com ONGs contratadas pela pasta.

De acordo com a portaria de hoje, continuam em vigência os contratos de programas de proteção a pessoas ameaçadas, os projetos implantados adequadamente pela mesma entidade há pelo menos cinco anos e cujas respectivas prestações de contas estejam devidamente aprovadas, além dos que tratam de transferências do Ministério da Saúde destinadas a serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Leia tudo sobre: Crise no EsporteONGsMinistério da Justiça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG