"Mini marcha" de prefeitos quer Emenda 29 e Pré-sal

Confederação Nacional dos Municípios quer trazer prefeitos a Brasília na próxima terça-feira para pressionar Câmara e Senado

Severino Motta, iG Brasília |

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, pretende trazer um grupo de prefeitos para Brasília na próxima terça-feira e, numa espécie de “mini-marcha” pressionar o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), a colocar em pauta a votação da Emenda 29, que destina mais recursos para a saúde. A decisão foi tomada nesta manhã após uma reunião com o DEM, PSDB e PPS.

Além da Emenda, os prefeitos também vão pressionar o Senado para que o projeto que trata do modelo de concessão do Pré-sal, onde há a divisão dos royalties, seja votado como veio da Câmara, garantindo recursos maiores para Estados e municípios não produtores.

“Estou mobilizando os prefeitos para virem a Brasília na semana que vem. É preciso que a Emenda 29 seja votada e não podemos deixar que o Senado vote só o modelo de concessão sem a partilha dos royalties, como querem fazer a partir de uma manobra do líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR)”, disser Ziulkoski.

A decisão da “mini marcha”, numa referência à 13ª Marcha dos Prefeitos, que aconteceu no mês passado, foi decidida nesta manhã, numa reunião de Ziulkoski com os líderes do DEM, Paulo Bornhausen (SC), do PSDB, João Almeida (BA) e com a presença de Raul Jungmann (PPS-PE) e do líder da Minoria, Gustavo Fruet (PSDB-PR).

Segundo Bornhausen, seu partido está de obstrução pela aprovação da Emenda 29, mas não consegue fazer com que a base do governo vote a matéria. “Estamos atendendo ao pedido dos prefeitos e tentamos votar, mas também é hora dos prefeitos se mobilizarem”, disse.

O líder ainda comentou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao receber os prefeitos, não se opôs à votação, disse que caberia a Temer colocá-la na pauta. “Ele fez proselitismo com os prefeitos, vamos ficar em obstrução até votar e agora teremos apoio dos prefeitos”, disse.

Caso não consiga votar a Emenda 29, a oposição promete seguir em obstrução até o dia 29 deste mês, quando tentará fazer uma grande manifestação pela aprovação da matéria.

    Leia tudo sobre: CNMmarcha prefeitos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG