Minha Casa Minha Vida supera meta estabelecida, afirma Caixa

Número de 1 milhão e 3 mil de contratos foi divulgado durante evento de despedida de Lula em Salvador

Nara Alves, enviada a Salvador |

O programa habitacional Minha Casa Minha Vida registrou a assinatura de 1 milhão e 3 mil de contratos desde que foi criado, em maio de 2009, de acordo com a Caixa Econômica Federal. Entre os contratos, estão apartamentos já entregues e em construção.

O balanço foi divulgado nesta quarta-feira durante evento em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregou 680 unidades em Salvador. Esta foi a última viagem de Lula antes de deixar o cargo, no dia 1º de janeiro.

O número apresentado pela Caixa supera a meta estabelecida pelo Governo, que era de 1 milhão de residências. “O presidente tinha anunciado que queria 1 milhão de unidades sem prazo e esse número já foi alcançado”, disse o ministro das Cidades, Márcio Fortes. O ministro afirmou, ainda, que R$ 250 bilhões foram investidos em habitação no governo Lula.

O governador reeleito da Bahia, Jaques Wagner, ressaltou que a Bahia foi o Estado que mais assinou contratos do programa. “A meta era 31 mil unidades para famílias que ganham de 1 a 3 salários mínimos. Foram 65 mil unidades”, disse.

A segunda etapa do programa Minha Casa Minha Vida prevê a construção de outras 2 milhões de unidades entre 2011 e 2014 no governo da presidenta eleita Dilma Rousseff .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG