No jantar de confraternização com a presidenta Dilma, ministro de Tecnologia assumiu que trocará de pasta em janeiro

selo

No jantar de confraternização de fim de ano com a presidente Dilma Rousseff, na quarta-feira, o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, era só sorrisos. Prestes a sentar na cadeira de ministro da Educação, hoje ocupada por Fernando Haddad, Mercadante já avisou à equipe que mudará de posto e ontem, ao lado de Dilma e colegas da Esplanada, no Palácio da Alvorada, não escondia a satisfação.

AE
Mercadante teria, contente, comentado que assumirá Educação
Haddad deixará o cargo em meados de janeiro de 2012, para entrar na campanha à Prefeitura de São Paulo pelo PT. Em conversas reservadas mantidas desde o início deste mês, Dilma pediu a Mercadante que se dedique a dois assuntos: solucionar os problemas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e por de pé o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O plano de Mercadante é concorrer ao governo paulista em 2014, embora o nome da preferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a disputa ao Palácio dos Bandeirantes seja o do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho.

A escolha de Mercadante para o Ministério da Educação desagradou à senadora Marta Suplicy (PT), que foi obrigada a desistir da prévia em São Paulo para apoiar Haddad, o escolhido por Lula. Em todas as pesquisas eleitorais, Marta sempre esteve na dianteira para a sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.