Mensalão do DEM: Com novas provas, denúncia só deve sair em março

Procuradora disse ao iG que a análise de novo material impediu a apresentação mais célere da denúncia à Justiça

Severino Motta, iG Brasília |

A procuradora da República Raquel Dodge disse ao iG que a denúncia contra os envolvidos no caso que ficou conhecido como Mensalão do DEM só deve ser apresentada em março. De acordo com ela, a demora é consequência da necessidade de analise das novas provas colhidas pelo Ministério Público. “Ontem mesmo recebi novas provas. As provas são boas, mas eu preciso complementar, dar um sentido bom para elas”, disse.

Dodge também destacou que está trabalhando de maneira minuciosa na tipificação da conduta criminal dos denunciados. Segundo ela, o Direito Penal possui pontos mais sensíveis que o Direito Civil. “A coisa é assim mesmo. Direito penal é complicado”.

Apesar das novas provas, Dodge disse que não apareceram novos envolvidos no esquema supostamente chefiado pelo ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda.

Mensalão

A operação Caixa de Pandora da Polícia Federal foi deflagrada em novembro de 2009. De acordo com o Ministério Público, uma rede chefiada por Arruda desvio recursos dos cofres públicos para o enriquecimento pessoal e para a compra de apoio político dos deputados da Câmara Legislativa.

O iG antecipou os principais momentos da operação e exibiu em primeira mão os vídeos feitos pelo delator do esquema, Durval Barbosa.

    Leia tudo sobre: escândalo no DF

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG