Marcelo Crivella assumirá Ministério da Pesca

Em comunicado, Planalto afirma que substituição de Luiz Sérgio de Oliveira ocorre para incorporação de 'importante partido aliado'

iG São Paulo |

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) foi indicado nesta quarta-feira para o cargo de ministro da Pesca e Aquicultura no lugar de Luiz Sérgio de Oliveira (PT-RJ), informou em nota a secretaria da Presidência da República. Conforme publicou a coluna Poder Econômico, a posse do novo ministro será na sexta-feira .

Leia também
Gilberto Carvalho se explica à bancada evangélica da Câmara
Poder online: Gabriel Chalita investe no PRB

Divulgação
Senador Marcelo Crivella participa de evento em Duque de Caxias, Rio de Janeiro

A nomeação de Crivella deve aliviar tensões com a bancada evangélica, que vem fazendo críticas ao governo. Há algumas semanas, o ministro Gilberto Carvalho entrou em atrito com a ala por declarações que teria feito no Fórum Social de Porto Alegre, segundo as quais a próxima disputa ideológica do governo será contra "a nova classe média", que estaria sob hegemonia de setores conservadores.

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, nega que mudança seria uma forma de acalmar os ânimos da bancada. "Toda a discussão foi no sentido de integrar um partido que durante todo o período do governo Lula, na pessoa do vice-presidente José Alencar, e durante todo esse período do governo da presidente Dilma, sempre foi um partido extremamente aliado, firme, atuante na defesa das ações do governo".

Saiba mais: Impasse com bancada evangélica adia votação da Lei da Palmada

Para Ideli, a inclusão do PRB no quadro da Esplanada dos Ministérios é uma "incorporação efetiva de um aliado, de um precioso aliado de muito tempo do nosso projeto". O PRB, partido do falecido ex-vice-presidente José Alencar, não ocupava nenhum ministério do governo.

Marcelo Crivella nasceu em 1957 no Rio de Janeiro e foi eleito senador pelo PL em 2002. Desde 2006, é líder do PRB, partido criado após o escândalo do Mensalão, que atingiu o PL. Pastor evangélico da Igreja Universal do Reino de Deus e engenheiro civil, Crivella publicou dez livros e lançou dez CDs.

Ex-ministro petista

De acordo com o comunicado, Luiz Sérgio deixa o cargo "depois de prestar inestimável contribuição ao governo", enquanto Crivella, que pertence à bancada evangélica do Congresso, foi escolhido para incorporar ao ministério "um importante partido aliado da base do governo". Com isso, o ministro Luiz Sérgio retorna à Câmara dos Deputados.

Luiz Sérgio foi nomeado ministro da Pesca e Aquicultura em junho do ano passado. Antes, era ministro da Secretaria de Relações Institucionais, pasta responsável pela articulação política do governo, mas deixou o cargo diante de um desempenho considerado fraco e após a saída de Antônio Palocci do comando da Casa Civil, diante de denúncias de tráfico de influência.

"Há um profundo reconhecimento pelo trabalho que o ministro Luiz Sérgio desenvolveu tanto à frente da Secretaria de Relações Institucionais quanto à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura, mas também da importância de poder contar no governo, no ministério, com a representação do PRB, um partido que todos nós temos o maior respeito pela sua atuação e até uma forma de homenagear o nosso ex-vice presidente José Alencar", disse Ideli.

(Com Agência Brasil e Agência Estado)

    Leia tudo sobre: crivellaministério da pesca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG