Maranhão tem ao menos dois mil fichas sujas, diz Tribunal de Contas

Levantamento toma como base políticos maranhenses que tiveram suas contas rejeitadas pelo órgão

Wilson Lima, iG Maranhão |

Levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Maranhão (TCE) aponta que existem pelo menos 2 mil políticos fichas sujas no Estado. Entre eles, estão 140 prefeitos que estariam em condições de disputar a reeleição em 2012.

Desta lista, fazem parte gestores públicos que tiveram suas contas rejeitadas desde 1996, tanto em Câmara de Vereadores e prefeituras dos 217 municípios maranhenses e também em órgãos públicos, como a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). A intenção do TCE é encaminhar a listagem ao Ministério Público Eleitoral (MPE) do Maranhão, Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nas eleições: Candidatos que tiveram as contas rejeitadas em 2010 estão inelegíveis

O número de fichas sujas no Maranhão, no entanto, é maior. Isso porque, conforme a lei da Ficha Limpa, entram também nessa contagem políticos que já foram condenados em segunda instância em ações judiciais ou aqueles exonerados a bem do serviço público.

Em fevereiro, o TSE decidiu que a lei da Ficha Limpa é constitucional e valerá para as eleições de 2012. Um dos critérios de inelegibilidade impostos pela lei 135/2010 é justamente a desaprovação de prestação de contas pelos órgãos colegiados de controle nos Estados. Pela lei da Ficha Limpa, o político que não conseguiu aprovação de contas no TCE fica inelegível por oito anos.

Na semana passada, o TSE também decidiu que políticos com desaprovação na prestação de contas de campanha também passam a ser alvos da lei da Ficha Limpa .

    Leia tudo sobre: contasfichas sujasficha limpamaranhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG