Mantega e Palocci lideram ranking da agenda de Dilma

Em dois meses de governo, presidenta privilegia economia e articulação política

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

A agenda de Dilma Rousseff mostra que a presidenta priorizou a economia e as articulações políticas nos dois primeiros dois meses de governo. De acordo com a agenda oficial de Dilma divulgada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, o líder do ranking de encontros com a presidenta é o ministro da Fazenda, Guido Mantega, com oito reuniões. Em segundo lugar vem o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, responsável pela estratégia política do governo, com sete encontros.

Empatados em terceiro lugar, com cinco compromissos oficiais cada, estão os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, de Planejamento, Miriam Belchior, e de Indústria e Comércio, Fernando Pimentel.

A agenda mostra que, depois de todo o desgaste causado pelo caso da violação do sigilo de Verônica Serra, filha do candidato derrotado José Serra, Pimentel, que enfrentou resistências para chegar ao ministério, voltou a gozar de prestígio junto à presidenta. Dilma e o ministro são amigos pessoais desde a adolescência em Belo Horizonte. Pimentel está na China ajudando na preparação da viagem da presidenta àquele país.

AE
Presidenta Dilma Rousseff posa com seus ministros para foto oficial durante solenidade de posse realizada no Palácio do Planalto há dois meses

Meio-campistas

Os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Orlando Silva (Esporte), Fernando Haddad (Educação) e Tereza Campello (Desenvolvimento Social e Combate à Fome) estiveram quatro vezes cada com Dilma.

Fernando Bezerra (Integração Nacional), Edson Lobão (Minas e Energia) e o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), que em entrevista recente se gabou de ser um dos únicos com o privilégio de conversar a sós com a presidenta, tiveram três encontros oficiais cada.

O presidente da Câmara, Marcos Maia (PT), os ministros Aloizio Mercadante (Indústria e Comércio), Isabella Teixeira (Meio Ambiente), Paulo Bernardo (Comunicações), Iriny Lopes (Mulheres), Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência), Alexandre Padilha (Saúde) e Nelson Jobim (Defesa) têm dois registros cada.

Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário), Ana de Hollanda (Cultura), Ideli Salvatti (Pesca), Luiza Bairros (Igualdade Racial), Maria do Rosário (Direitos Humanos), Carlos Lupi (Trabalho) e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, estiveram uma vez cada com Dilma.

Na fila

Os ministros Garibaldi Alves (Previdência), Pedro Novais (Turismo), Alfredo Nascimento (Transportes), Mario Negromonte (Cidades) e Wagner Rossi (Agricultura) ainda não tiveram compromissos oficiais com a presidenta.

A agenda omite algumas atividades da presidenta como, por exemplo, o almoço de Dilma com o ex-presidenta Luiz Inácio Lula da Silva no dia 28 de fevereiro no escritório da Presidência, em São Paulo.

    Leia tudo sobre: DilmaDilma Rousseffministros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG