Mais duas pessoas são presas suspeitas de corrupção em Campinas

Rosely Nassim Santos, mulher do prefeito da cidade, também teve prisão decretada

Agência Brasil |

AE
Ex-secretário de Segurança Pública de Campinas, Carlos Henrique Pinto (C), é encaminhado para a sede da Corregedoria da Polícia
Foram presos na manhã de hoje (10) mais dois suspeitos de envolvimento em um esquema de corrupção em Campinas (SP). O ex-secretário de Segurança Pública do município Carlos Henrique Pinto e o ex-diretor da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa), Marcelo Figueiredo. Henrique Pinto renunciou ao cargo logo após a deflagração da operação policial que prendeu os primeiros suspeitos de envolvimento, no mês passado.

Foram expedidos hoje mais cinco mandados de prisão contra suspeitos de participar nas fraudes na contratação de serviços pela companhia de abastecimento da cidade. Entre os que tiveram a prisão decretada estão a primeira-dama de Campinas, Rosely Nassim Santos, o vice-prefeito Demétrio Vilagra e o ex-secretario municipal de Comunicação Francisco de Lagos Viana Chagas, que também renunciou ao cargo após a divulgação das denúncias.

O caso levou a Câmara Municipal de Campinas a abrir um processo de impeachment contra o prefeito Hélio de Oliveira Santos. A defesa do prefeito sustenta que não existem indícios de que ele tenha participado das fraudes apontadas pelo Ministério Público.

    Leia tudo sobre: TJCampinasfraudeslicitações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG