Maia pagará despesas em Madri, e Romário não viajará

"Estou pagando todas as despesas para não deixar dúvidas", disse o presidente da Câmara dos Deputados

AE |

selo

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), decidiu pagar do próprio bolso as despesas com a viagem oficial a Madri, a partir desta quarta-feira até domingo, depois da divulgação de que assistirá ao clássico do futebol espanhol Real Madrid e Barcelona. 

AE
O presidente da Câmara, Marco Maia
No início da noite de hoje, o deputado Romário (PSB-RJ), ex-jogador do Barcelona, originalmente integrante da comitiva, avisou a desistência da viagem. Maia levará com ele o primeiro secretário da Casa, deputado Eduardo Gomes (PSDB-TO), além do filho de 13 anos e dois assessores. 

"Não requeri (à Câmara) o pagamento das passagens nem das diárias. Estou pagando todas as despesas para não deixar dúvidas", anunciou Maia. Ele repetiu que a agenda da viagem oficial estava acertada antes de Romário se escalar para integrar ao grupo e de avisá-lo do jogo em Madri. O presidente da Câmara já havia informado que pagaria as despesas do filho. 

"Talvez o grande erro tenha sido querer levar o meu filho para tê-lo mais próximo a mim", lamentou. Maia afirmou que passa até 20 dias sem ver o filho e aproveita as oportunidades para estar mais presente. A família de Maia mantém residência em Canoas, no Rio Grande do Sul. 

Por meio de nota, a liderança do PSB informou que Romário comunicou ao presidente da Câmara que não viajará mais a Madri porque o médico do parlamentar decidiu antecipar a data de uma cirurgia que o deputado fará no ombro, devido ao agravamento de um problema de saúde. O deputado Eduardo Gomes também anunciou no início da noite que viajará sem ônus para a Câmara. Vai pagar as passagens e seus gastos de viagem.

    Leia tudo sobre: marco maiamadriromário

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG