Espera-se que em abril de 2011 ela seja integralmente cumprida; até novembro mais de 13 mi de pessoas foram beneficiadas com luz

O Programa Luz para Todos vai fechar o ano com cerca de 90% da meta para este ano cumprida, que é de 2,6 milhões de famílias atendidas. A expectativa do diretor do programa, Aurélio Pavão de Faria, é de que até abril de 2011 ela seja integralmente cumprida.

Nesta quarta-feira (15) foi divulgado o balanço de oito anos do programa que mostra que, até novembro, mais de 13 milhões de pessoas foram beneficiadas com luz elétrica nas suas casas.

Faria destacou que nos estados da Bahia, do Pará, Maranhão e de Minas Gerais foram feitas mais de 1 milhão de ligações elétricas, sendo o estado baiano o que apresentou o maior número de pessoas atendidas, 2,13 milhões. Do total de R$ 13,5 bilhões para o programa, foram liberados R$ 9,2 bilhões.

Para o próximo ano, entre as prioridades do Luz para Todos estão as comunidades quilombolas, onde mais de 100 mil pessoas já foram atendidas; os assentamentos rurais, nos quais mais de 1 milhão de pessoas já receberem luz elétrica; e as comunidades indígenas.

O ministro de Minas e Energia, Marcio Zimermman, disse que o Programa Luz para Todos deu uma grande contribuição para reduzir as desigualdades no país. “Hoje podemos comemorar que o setor elétrico deu uma grande contribuição para corrigir as distorções do nosso país”, disse. “Quando você vai para a Amazônia, para o Nordeste vemos o efeito que tivemos [com a energia elétrica nas comunidades]”, completou.

O Luz para Todos foi lançado em novembro de 2003 para levar energia elétrica a todos os municípios brasileiros. A coordenação do programa é do Ministério de Minas e Energia, operacionalizado pela Eletrobrás e executado pelas concessionárias de energia elétrica e cooperativas de eletrificação rural.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.