Lupi diz que PDT quer permanecer à frente do MTE no governo Dilma

Ministro do Trabalho e Emprego afirma que é somente da presidenta eleita o aval para que o partido continue à frente da pasta

Agência Brasil |

O ministro Carlos Lupi, disse hoje (18) que seu partido, o PDT, gostaria de continuar à frente do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no próximo governo. Lupi participou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva da inauguração do Centro de Referência do Trabalhador Leonel Brizola, em Brasília.

Mas, segundo ele, o aval para que o PDT, partido que preside, continue com o MTE será da presidenta eleita Dilma Rousseff. “Já há uma manifestação quase que unânime para que o partido [permaneça] com o ministério. Mas isso não quer dizer que tem que ser, é só uma proposta. É a presidenta que tem a liberdade de escolher”, afirmou.

Lupi comentou ainda sua atuação na pasta e disse que este ano o Brasil deverá gerar 2,5 milhões de empregos. “Eu considero que cumpri minha tarefa, dei o melhor de mim. Estou encerrando este ciclo com o presidente Lula, agora o futuro é uma decisão da presidenta Dilma”, completou.

A divisão de cargos no próximo governo ainda não está definida. Hoje o presidente do PT, José Eduardo Dutra confirmou apenas que a presidenta deverá criar uma nova pasta: o Ministério da Micro e Pequena Empresa. Segundo Dutra, o governo Dilma será “plural, com a participação de vários partidos”.

    Leia tudo sobre: governopdttransição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG