Lula se encontra com mineiros chilenos

Encontro com vítimas do acidente ocorrido em 2010 é parte da viagem do ex-presidente ao Chile, iniciada ontem

AE |

selo

AE
Ex-presidente intensificou agenda externa para as próximas semanas
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu na manhã de hoje com quatro dos 33 mineiros resgatados da mina San José, no deserto do Atacama (Chile), no ano passado. Após o acidente de 5 de agosto de 2010, os trabalhadores ficaram presos durante 69 dias na mina do norte do país. Lula viajou para o Chile ontem, onde se encontrou com o presidente Sebastián Piñera e participou das comemorações do bicentenário do Congresso do Chile, em Valparaíso.

Além de Piñera, Lula se encontrou ontem com o ex-presidente chileno Eduardo Frei Riz-Tagle e depois participou de um jantar na Embaixada do Brasil. Hoje, o ex-presidente brasileiro conversou com o ministro responsável pelos programas sociais do governo chileno, Felipe Kast.

Lula discursou para deputados e senadores do Congresso chileno ontem à tarde e defendeu a integração da América Latina. "A União das Nações Sul-Americanas (Unasul) é um instrumento fundamental para a integração física, energética e produtiva, à qual se irão somando medidas de integração financeira", disse.

"Da mesma forma, temos de fortalecer nossa integração política. Uma integração respeitosa de nossas particularidades nacionais, que beneficie o conjunto dos povos do continente. Essa integração é e será generosa, pois não é propriedade de nenhuma corrente política e ideológica. Está aberta a todos que acreditam que juntos seremos mais fortes e respeitados em um mundo cada vez mais desafiador", acrescentou o ex-presidente, de acordo com o discurso divulgado por sua assessoria de imprensa.

    Leia tudo sobre: Lulaexteriorviagemgoverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG