Lula recebe mais homenagem e diz que 'quanto menos falar, melhor'

Sem atividades até março, ex-presidente disse querer `reencarnar como cidadão brasileiro¿

Denise Motta, iG Minas Gerais |

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou na manhã deste sábado (29) que “precisa desencarnar da Presidência da República”. Questionado se pretendia no futuro voltar ao cargo de presidente, respondeu que vai “reencarnar como cidadão brasileiro”. De acordo com ele, “quanto menos falar, será melhor para todo mundo”. Hoje, Lula recebeu a medalha Ari Barroso, na cidade de Ubá, a 290 quilômetros de Belo Horizonte (MG). Ontem ele foi agraciado com o título de doutor honoris causa , concedido pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), e participou como paraninfo de formatura de centenas de universitários.

Futura Press
Cerca de 100 pessoas esperavam o ex-presidente do lado de fora do aeroporto de Ubá. Ao chegar, Lula não se conteve: tirou fotos e abraçou dezenas de populares
“Eu, na verdade, não quero ter atividade até março, vou esperar o Carnaval. O governo Dilma está montando o seu time e eu preciso desencarnar da Presidência. Então, quanto mais quieto eu ficar, quanto menos eu falar, melhor para todos nós”, discursou para dezenas de pessoas no aeroporto de Ubá, local onde recebeu a medalha Ari Barroso das mãos do prefeito Vadinho Baião (PT).

O ex-presidente abraçou, beijou, posou para fotos e deu autógrafos. Em rápido discurso, falou de sua alegria em estar na cidade onde nasceram filhos do ex-vice-presidente José Alencar. Ao receber a medalha, brincou: “Isso é até começar a olimpíada. Vai ter uma coisa da terceira idade para a gente ganhar medalha”. O ex-presidente recebeu do prefeito uma cesta com produtos tipicamente mineiros, incluindo doce de manga e cachaça. Ao ser orientado a entregar uma caixa de doce para Alencar, brincou novamente: “Isso vai depender da fome que eu estiver no avião”.

A medalha Ari Barroso, por ocasião do centenário de nascimento do compositor ubaense, foi entregue a diversas personalidades, das mais variadas regiões, em 2003, entre elas o ator Mauro Mendonça, nascido em Ubá, o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e o ex-vice de Lula, José Alencar.

Na sexta-feira à noite (28), Lula jantou no espaço chamado Casa dos Prefeitos, na UFV. No cardápio, feijão tropeiro e pururuca. Como sobremesa, doce de leite e goiabada cascão. No jantar restrito, na presença de representantes da UFV, Viçosa e Ubá, o ex-presidente disse que já teve mais de 100 indicações para receber o título de doutor honoris causa, vindas de diversas partes do mundo. Também no jantar Lula pediu que a entrega da medalha Ari Barroso fosse adiantada em uma hora, pois iria acordar às 7 horas e seguir por terra de Viçosa a Ubá. De ontem para hoje, ele pernoitou no hotel Alfa.

    Leia tudo sobre: lulahomenagemUbáMinas Gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG