Lula inicia hoje novo giro pelo continente africano

Em sua 11º visita ao continente, Lula passará por seis países completando 21 visitas a nações da região

Agência Estado |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicia hoje à tarde, em Cabo Verde, seu 11º giro pelo continente africano. Até 11 de julho, dia da final da Copa do Mundo da África do Sul, ele passará por seis países, completando 21 visitas a nações da região durante os dois mandatos.

No domingo, Lula será recebido pela oitava vez por um ditador africano. Dessa vez, jantará com Teodoro Obiang Mbasogo, que governa a Guiné-Equatorial com mão de ferro há 31 anos.

A presença de Lula na Guiné-Equatorial tem tirado o sono de assessores do governo. O receio é a repetição de cenas de visitas anteriores a ditaduras africanas como Gabão e Camarões, onde Lula desfilou em carro aberto com o ditador Omar Bongo e participou de um banquete com Paul Biya, em 2004 e 2005, respectivamente.

Teodoro Obiang Mbasogo, de 68 anos, aparece nas listas dos mais sanguinários e corruptos ditadores africanos, elaboradas por entidades de direitos humanos dos Estados Unidos e Europa. Pesam contra ele acusações de fraudes, tortura e assassinato.

Sem garantias
Segundo o Planalto, as exportações brasileiras para o continente passaram de US$ 2,3 milhões em 2002 para US$ 8,6 milhões em 2009 e o Brasil faturou votos importantes da África na disputa para garantir a realização dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

Alguns diplomatas do Itamaraty ressaltam que a política externa e as viagens de Lula não garantem apoio dos países africanos em fóruns internacionais. Prova disso foi o voto contra do Gabão nas Nações Unidas sobre a posição brasileira na questão do programa nuclear iraniano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: LulaÁfrica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG