Lula diz que será um ¿leão¿ na defesa da reforma política

Em tom de despedida, presidente afirmou que dedicará esforço à questão quando sair do cargo

Agência Brasil |

Há cinco meses do final do mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que quando deixar o cargo será um “leão” na defesa da reforma política. Lula disse que buscará mobilizar o PT em torno desse compromisso.

“Temos muita dificuldade de fazer a reforma política. Depois que eu não for mais presidente vou ser um leão para que o meu partido assuma a responsabilidade de junto com outros fazer uma reforma política. Não é de responsabilidade do presidente da República fazer reforma política, é responsabilidade dos parlamentares e, portanto, temos que priorizar”, declarou em discurso hoje (30) em Porto Alegre (RS).

Lula adotou um tom de despedida durante o discurso ao afirmar que com o mandato chegando ao fim ele passa da fase de falar do futuro para a de prestar contas. Aos presentes no evento, disse que pediu aos ministros que, ao deixarem os cargos, em dezembro, entreguem um relatório com tudo o que foi gasto pelas pastas em ações por todo o país.

“Quando os ministros entregarem o mandato eles vão me entregar um relatório registrado em cartório de cada centavo que foi gasto em cada canto nesse país. Quero que as universidades, a imprensa, os empresários tenham [esse documento].”

Lula disse ainda que a política é a “arte do óbvio” e que o óbvio é fazer estradas, pontes, gerar empregos e melhorar a vida das pessoas. “Não tem nada mais fácil para você governar do que fazer o óbvio, aquilo que o povo precisa, sem inventar. Isso é o óbvio, é o que todo político promete na campanha”, completou.

Ao final do discurso, Lula afirmou que não deixará de participar da campanha política para as eleições deste ano como, segundo ele, muitos querem.

Em Porto Alegre, o presidente Lula lançou o edital de licitação para a duplicação da BR-116, entre Guaíba (RS) e Pelotas (RS). Durante evento simultâneo, no município de Estrela (RS), o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, assinou ordem de serviço para a duplicação da BR-386, no trecho entre Tabaí (RS) e Estrela (RS).

Esse conjunto de obras rodoviárias totaliza investimentos de mais de R$ 1,1 bilhão, de acordo com o Ministério dos Transportes.

Na mesma cerimônia foram assinados contratos da Caixa Econômica Federal para financiamento dos programas Pró-Transporte, Saneamento para Todos e Minha Casa, Minha Vida, que beneficiarão diversos municípios do Rio Grande do Sul e terão um investimento total de R$ 596,7 milhões, segundo a Caixa.

    Leia tudo sobre: LulaReforma política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG