Lula diz que atendeu todas as demandas sindicais

O presidente disse hoje em discurso para funcionários da Volkswagen que atendeu a todas as demandas do movimento sindical

Agência Estado |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, durante discurso para funcionários da Volkswagen, em São Bernardo do Campo (SP), que seu governo atendeu a todas as demandas do movimento sindical. "Vou terminar oito anos de mandato com a convicção de que o movimento sindical brasileiro só não conquistou o que não reivindicou", disse.

Ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Lula atribuiu ao movimento as conquistas de sua vida política e até mesmo o fato de ter se mantido na Presidência por dois mandatos. Ele lembrou que, em 2005, quando estourou o escândalo do chamado mensalão, o sindicato fez uma campanha a favor de seu governo. "Quando os conservadores tentaram, na minha opinião, derrubar o governo, foi daqui (do sindicato) que partiu um adesivo que dizia: Mexeu com Lula, mexeu comigo. Isso tomou conta do Brasil e por causa de vocês eu sou o presidente mais bem avaliado da história do nosso País."

O presidente fez um paralelo de quando era sindicalista, entre o final da década de 1970 e início da de 1980, e o atual momento, dizendo que, hoje, a situação é mais favorável às negociações entre trabalhadores e empresas. "Por conta daquilo que a gente brigou, não temos mais que ficar na porta da fábrica distribuindo folheto e xingando a direção da empresa", disse, acrescentando que as greves não podem ser banalizadas.

"Não podemos banalizar a greve por qualquer coisa. Tem que fazer com uma boa motivação, uma boa razão e tem que estar convencido de que ela é necessária". Para a plateia de centenas de trabalhadores da montadora, Lula também defendeu a redução da jornada para 40 horas e disse acreditar que a medida vai gerar mais empregos.

O presidente participou hoje de reunião entre dirigentes sindicais alemães e brasileiros na unidade Anchieta da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, onde também conheceu um novo modelo de automóvel que a montadora deve lançar em breve, o Gol Vintage. O presidente deve retornar a Brasília no final da tarde.

    Leia tudo sobre: lulavolkswagensindicatos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG