Lula deve deixar o hospital no início da tarde desta terça

Ex-presidente deu entrada ontem no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para dar início ao tratamento de quimioterapia

iG São Paulo |

O  oncologista Paulo Hoff informou na manhã desta terça-feira que a expectativa é de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixe o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no início da tarde. Lula foi submetido ontem à primeira sessão de quimioterapia no tratamento do câncer na laringe diagnosticado no sábado.

Leia também: "Lula não tem medo da morte", diz biógrafa do ex-presidente

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Dilma esteve no hospital em companhia de ministros como o da Fazenda, Guido Mantega

Lula deu entrada no hospital na manhã de ontem, depois de ter recebido no último sábado o diagnóstico do câncer. O tratamento, que deve durar até fevereiro do ano que vem, será complementado com sessões de radioterapia, que devem ter início somente em janeiro.

Ontem, Lula recebeu a visita de amigos e colegas de militância política, entre eles a presidenta Dilma Rousseff . Para visitar o antecessor, Dilma antecipou a viagem a São Paulo agendada inicialmente para o começo da noite, para participar de uma premiação a empresas. Além de Dilma, estiveram no Sírio-Libanês os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

Após a visita, Dilma disse que Lula estava muito bem disposto e disse ter certeza da capacidade de superação do ex-presidente. A expectativa é de que o ex-presidente, antes de deixar o hospital, receba a visita do ministro da Educação, Fernando Haddad. Ainda nesta manhã deve ser divulgado boletim médico sobre o estado de saúde de Lula.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: Câncer de LulaLula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG