Entre os decretos assinados está o que aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos e cria a Comissão Nacional da Verdade

Antes de embarcar para uma viagem de uma semana a cinco países, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou oito decretos, publicados nesta quinta-feira no Diário Oficial da União, entre eles o que aprova o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH) e cria a Comissão Nacional da Verdade. 

O Diário Oficial traz os decretos que institui o Programa Nacional de Banda Larga, o que regulamenta a contratação de bens e serviços de informática pela administração pública federal, e o que promulga acordo entre Brasil e Estados Unidos para programas educacionais e de intercâmbio cultural. Outros quatro decretos tratam de áreas declaradas de interesse social para efeito de reforma agrária. 

O presidente encaminhou também ao Congresso Nacional o projeto de lei que dispõe sobre a concessão de prêmio e auxílio especial aos jogadores das seleções campeãs do mundo de 1958, 1962 e 1970. 

A Comissão Nacional da Verdade foi instituída no âmbito da Casa Civil da Presidência da República. A comissão terá o prazo de dois anos, a partir da data de sua instalação, para esclarecer as violações aos direitos humanos, cometidas durante a ditadura militar. O Programa Nacional de Direitos Humanos defendia o objetivo de examinar as violações cometidas "por agentes do Estado na repressão aos opositores". No texto do projeto de lei enviado ao Congresso, não há essa referência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.