Liminar barra afastamento de vice-prefeito e vereador em Manaus

Investigados por suposto envolvimento com o narcotráfico, Carlos Souza e Fausto Souza não precisam deixar cargos durante processo

Agência Estado |

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli concedeu nesta tarde liminar determinando a volta do vice-prefeito de Manaus, Carlos Souza (PP), e do vereador Fausto Souza (PRTB) aos seus respectivos cargos. Para o desembargador, eles não podem ser afastados por terem prerrogativa de função, e não precisam deixar os cargos enquanto durar o processo. São investigados por suposto envolvimento com o narcotráfico.

Hoje de manhã, a Prefeitura de Manaus havia afastado o vice-prefeito do cargo. Ontem, o órgão foi notificado da decisão do juiz da 2ª Vara Especializada de Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes, Mauro Anthony, sobre o afastamento do vice-prefeito e do irmão dele, vereador Fausto Souza (PRTB), dos cargos públicos que exercem. A Câmara Municipal de Manaus já havia afastado Fausto Souza na quarta-feira.

O juiz determinou, no dia 14, o afastamento dos irmãos Souza para que o processo que respondem na Justiça não atrapalhasse os cargos que exercem. Fausto, Carlos e o ex-deputado estadual Wallace Souza, cassado no ano passado, são acusados de fazer parte de uma suposta organização criminosa envolvida em assassinatos e tráfico de drogas em Manaus. Wallace está em tratamento médico em São Paulo, sob custódia da Polícia Federal.

    Leia tudo sobre: Amazonasvice-prefeitoinvestigação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG