Líderes selam acordo para aprovar regras de obras da Copa

Destaques foram derrubados e substituídos por emenda assegurando acesso de órgãos de fiscalização a licitações

AE |

selo

O governo e líderes dos partidos aliados decidiram derrubar todos os destaques' à proposta do governo de novas regras para licitação das obras para a Copa do Mundo e as Olimpíadas no Brasil, o chamado Regime Diferenciado de Contratação Pública (RDC). Será aprovada apenas uma emenda de redação que vai assegurar a disponibilização das licitações "permanentemente" aos órgãos de fiscalização e controle. Dessa forma governo e aliados pretendem acabar com as dificuldades para a aprovação, ainda hoje da Medida Provisória 527, que trata do assunto.

A decisão foi tomada no início da tarde, em almoço de 18 líderes de partidos na Câmara, na casa do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), com o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP) e os ministros da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvati e do Esporte, Orlando Silva.

    Leia tudo sobre: Copasigilolicitaçõestcu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG