Justiça de MS afasta prefeito de Dourados por corrupção

Ari Artuzi foi detido por enriquecimento ilícito. Ele continua preso e a população do município tentou destruir a casa dele

Agência Estado |

selo

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) determinou nesta quinta-feira o afastamento do cargo do prefeito do município de Dourados, Ari Valdecir Artuzi. O pedido formulado pelo Ministério Público Estadual (MPE) foi acatado pelo desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte devido a uma operação deflagrada para investigar atos de corrupção na administração municipal.

Segundo o MPE, a operação constatou o funcionamento de uma organização criminosa com vistas ao enriquecimento ilícito de seus integrantes. O grupo agia oferecendo pagamento de vantagens indevidas aos agentes públicos envolvidos nos crimes, bem como o favorecimento de pessoas e empresas mediante direcionamento na contratação para a aquisição de bens ou serviços na execução de obras para o município.

Artuzi continua em prisão preventiva na Comarca de Campo Grande. O magistrado afirmou em sua decisão que a população local está revoltada, tendo tentado destruir a residência do prefeito.

    Leia tudo sobre: douradoscorrupçãoprefeito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG