Justiça bloqueia bens e quebra sigilo de Blairo Maggi

Blairo Maggi e Marcos Machado são acusados de improbidade administrativa

AE |

selo

O senador e ex-governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, do PR, e o desembargador do Tribunal de Justiça (TJ-MT) e ex-secretário de Saúde, Marcos Henrique Machado, tiveram a quebra do sigilo fiscal e o bloqueio de bens, em até R$ 9,8 milhões, decretados, ontem, pela Justiça Federal em Mato Grosso, segundo a Rádio CBN.

 Blairo Maggi e Marcos Machado são acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de improbidade administrativa na contratação da empresa Home Care Medical Ltda, no primeiro mandato de Blairo como governador (2003-2006). De acordo com o MPF, teria ocorrido superfaturamento na contratação de serviços para a Secretaria Estadual de Saúde.

    Leia tudo sobre: ECONOMICOPOLITICA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG