Jobim nega ter classificado Ideli como "muito fraquinha"

Ministro da Defesa divulgou nota oficial à imprensa. Segundo o iG apurou, ele deve ser demitido ainda hoje.

iG Brasília |

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, divulgou nota oficial para negar ter classificado a colega Ideli Salvatti, da Secretaria de Relações Institucionais, como "muito fraquinha".

Confira a integra da nota:

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, negou hoje ter feito críticas à ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, as supostas críticas de Jobim à sua companheira de governo teriam sido feitas à revista Piauí, que circula a partir de amanhã com reportagem que traça o perfil do titular da Defesa. “Em momento algum, fiz referência à ela dessa natureza”, disse.

Jobim afirmou que tem auxiliado Ideli Salvatti nas articulações no Senado com o objetivo de aprovar o projeto de lei em tramitação que trata do acesso a informações públicas. Ele elogiou a ministra de Relações Institucionais e também negou ter feito qualquer comentário depreciativo em relação a outros membros do governo. “Reconheço na Ideli capacidade e tenacidade importantíssimas na condução dos assuntos dentro do Congresso”, destacou.

O ministro da Defesa classificou as informações veiculadas na imprensa como “parte de um jogo de intrigas" e uma tentativa de desestabilizá-lo. “Isso faz parte daquilo que passa pela cabeça de quem não conhece a necessidade de um país”, afirmou.

Jobim participou hoje, em Tabatinga (AM), da solenidade de assinatura de um acordo para a adoção de um plano binacional de segurança fronteiriça entre o Brasil e a Colômbia. Participaram também do ato o vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, além de outras autoridades dos dois países.

    Leia tudo sobre: DilmaJobimNota imprensaIdeli

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG