Jilmar Tatto apresenta assinaturas para prévias do PT em SP

Deputado federal é o terceiro a conseguir o direito de participar de disputa interna. Direção da sigla age para que ele desista

AE |

selo

No prazo final de inscrição, o deputado federal Jilmar Tatto entregou hoje a lista de assinaturas necessárias para o registro em um processo de prévias para a escolha do candidato do PT à Prefeitura de São Paulo. O petista arregimentou, ao todo, 4.003 assinaturas de filiados, número superior ao mínimo exigido, de 3.181. O deputado federal é, assim, o terceiro pré-candidato do PT a registrar participação na eleição interna, prevista para o dia 27 de novembro.

Poder Online : PT abre caminho para Haddad e espera desistências até o final da semana

Acenos a Marta: Engajada e animada, ex-prefeita faz diferença no palanque, diz Haddad

Neste domingo, o ministro da Educação, Fernando Haddad , apresentou uma lista com 19.991 assinaturas para a direção municipal do PT, enquanto o deputado federal Carlos Zarattini, que no mês passado havia entregue 3.997 assinaturas, apresentou hoje mais 5.135 assinaturas, totalizando 9.132 assinaturas. Além de ter reunido mais assinaturas que os seus concorrentes, o ministro da Educação tem hoje o apoio da maior parte das lideranças petistas em São Paulo, bem como o aval do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva .

A desistência dos senadores Marta Suplicy e Eduardo Suplicy da corrida pela sucessão do prefeito Gilberto Kassab não foi o bastante para sepultar a realização das prévias petista. Os deputados federais Jilmar Tatto e Carlos Zarattini ainda mostram resistência em abrir mão da disputa, o que tem levado aliados de Fernando Haddad a reconhecer como grande a possibilidade de uma eleição interna. Na última semana, o ministro reuniu-se com os outros pré-candidatos, mas não conseguiu tirar deles um indicativo de desistência.

Entenda o caso:  Sem Lula e sem Marta, PT espera que Haddad articule apoio em SP

O esforço deve ser intensificado nas próximas semanas, com a expectativa, inclusive, de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atualmente em tratamento contra um câncer na laringe , converse com os deputados federais. O petista é contrário à realização de uma disputa por prévias e sinalizou na última sexta-feira (4) que pretende atuar nos próximos dias para selar uma unidade partidária na capital paulista.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG