Já tem muita gente criando problema, diz Campos

Governador reeleito de Pernambuco aponta problemas na montagem do primeiro escalão do governo da presidenta eleita Dilma Rousseff

Andréia Sadi, iG Brasília |

Sem citar o PMDB, o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, criticou nesta terça-feira os aliados que “atrapalham” a presidenta eleita, Dilma Rousseff. Segundo Campos, o PSB ainda aguarda a conversa com Dilma para definir sua participação no seu governo, mas apoiará a petista "com ou sem cargos".

“ Conosco não tem estresse (..) Já tem muita gente criando problema para aparecer mais um. Nós sempre aparecemos ajudando. O PSB tem seis governadores que sabem como é complexo formação de equipe e a importância de ter aliados que ajudam para compensar às vezes aqueles que atrapalham”, afirmou. Questionado se a declaração seria uma alfinetada no PMDB, Campos respondeu: “Não, é um elogio ao PSB”.

Depois de eleger seis governadores, os socialistas queriam ser contemplados com pelo menos três ministérios e uma estatal de peso. Com a pasta do Turismo nas mãos do PMDB, o PSB deverá ficar com secretaria dos Portos e recuperar Integração Nacional, hoje ocupada pelo partido do vice-presidente, Michel Temer. A pasta de Ciência e Tecnologia, hoje com o PSB, passará a ser controlada por Aloizio Mercadante, senador do PT de São Paulo.

    Leia tudo sobre: dilmatransiçãogoverno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG