Itamar afirma que ainda não decidiu o seu voto para o mínimo

Senador, que é da oposição, voltou a defender que o ex-presidenciável José Serra compareça ao Senado para defender R$ 600

AE |

selo

O senador Itamar Franco (PPS-MG) admitiu que o salário mínimo de R$ 545 deve ser referendando pelo Senado ainda que a oposição defenda um valor maior. "Não podemos iludir a opinião pública de que vamos vencer. É difícil, todos nós já sabemos que aqui no Senado vai se votar o que se determinar pelo governo", afirmou Itamar.

O ex-presidente da República diz ainda não ter se decidido sobre qual valor defender no plenário do Senado. Além dos R$ 545, o PSDB já anunciou que apresentará o valor de R$ 600 e o senador Paulo Paim (PT-RS) a proposta de R$ 560. Itamar voltou a defender que o candidato derrotado José Serra (PSDB) compareça à Casa para explicar sua proposta de elevar o mínimo para R$ 600.

    Leia tudo sobre: Itamar Francoppsjosé serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG