Impedimento do governador de Roraima

Líder de Anchieta na Assembleia pede respeito à democracia na seção de impeachment do governador

Ricardo Gomes, iG Roraima |

O deputado estadual Jalser Renier (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa de Roraima, afirmou hoje que a expectativa na analise, após a instalação da comissão de parlamentares criada para estudar o processo de impeachment do governador de Roraima Anchieta Junior (PSDB), respeite o processo democrático.

Anchieta é acusado pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB) de crime de responsabilidade, ao ignorar normas das constitucionais. Para o líder de Anchieta na Assembleia, o pedido de impedimento do governador deve ser “executado de forma tranquila, respeitando a proporcionalidade dos partidos.”

Regimento interno

Outro enfoque destacado por Jalser é que o processo seja conduzido de acordo com o regimento interno do legislativo estadual. Jalser acrescentou que a intenção é criar um elemento de democracia dentro da comissão, dando oportunidade e espaço para as pessoas se manifestarem.

“A instalação da comissão tem que ser extremamente democrática, respeitando os preceitos destacados no regimento interno da Assembleia. Nossa indicação é para que o número de parlamentares respeite as bancadas no legislativo de acordo com sua proporcionalidade.”

Os deputados estaduais na próxima sessão legislativa devem se articular para a composição dos membros que devem integrar a comissão de impeachment. Outra tarefa do legislativo estadual é dar sequência aos trabalhos de análise da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para o exercício de 2011, enviado pelo governo do Estado.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG