Ideli assume com promessa de 'limpar prateleiras'

Nova ministra de Relações Institucionais toma posse nesta segunda-feira e promete dar vazão a nomeações no segundo escalão

AE |

selo

A nova ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti (PT-SC), toma posse hoje com a promessa de "limpar as prateleiras" do Palácio do Planalto. Ela afirmou que vai dar vazão às nomeações para cargos de segundo e terceiro escalões represadas durante os cinco primeiros meses do governo Dilma Rousseff e liberar para prefeituras o dinheiro de orçamentos de anos anteriores para o pagamento de obras que já foram iniciadas.

Futurapress
Escolha de Dilma para a vaga, Ideli assume nesta segunda-feira
Esses dois gargalos são apontados como fatores de insatisfação dos aliados no Congresso e principal desafio da nova articuladora política da presidente, substituta do petista Luiz Sérgio (RJ), indicado para seu lugar no Ministério da Pesca.

Os líderes da base são unânimes na reclamação de que várias indicações já acertadas entre os interessados no posto e entregues à presidente estão há meses à espera da nomeação pelo Palácio do Planalto. O PMDB contabiliza ter pelo menos 50 apadrinhados nessa situação. No PT, a espera é pela nomeação de quase o dobro. São diretorias de estatais, bancos, autarquias e postos de chefia nos Estados.

Segundo Ideli, seu papel será destravar este contencioso com os partidos. "Quero me dedicar para fazer a limpeza da prateleira. O que está equacionado, vamos resolver", disse. A ministra reconhece que isso provocará a redução de insatisfações dentro da base aliada. Ideli avalia também que isso ajudará o governo a melhorar o seu próprio desempenho. "Acaba que a ponta fica imobilizada. Quem está em dúvida se vai ficar não sabe como agir no cargo e isso sempre acaba trazendo um prejuízo para o governo." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: ECONOMICOPOLITICA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG