Hartung diz confiar em veto à divisão de royalties

Governador do Espírito Santo adota discurso conciliador e afirma confiar no presidente Lula para reabrir diálogo

Agência Estado |

Após as críticas do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, à aprovação do novo modelo de distribuição dos royalties do pré-sal pelo Senado, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, preferiu um tom mais conciliador. Hartung disse nesta quinta-feira confiar no veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para "reequilibrar e reabrir o diálogo".

Para Hartung, o veto jogará a definição para depois da eleição. "Esse momento de disputa eleitoral, paixões e interesses diversos não é o adequado para deliberarmos sobre uma questão tão estratégica para o País", disse Hartung.

Ele aponta pelo menos três vícios de inconstitucionalidade na emenda, mas acredita que é possível negociar antes de levar a questão ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Hoje, Cabral e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciaram que não comparecerão à Convenção do PMDB. Cabral sugeriu a Hartung que faça o mesmo.

    Leia tudo sobre: paulo hartungsérgio cabralpmdbroyaltiespré-sal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG