Grupo de Temer assume comando do PMDB paulista

Diretório Estadual, que era presidido por Quércia, será substituído por comissão provisória liderada por aliado de vice-presidente

AE |

selo

A Executiva Nacional do PMDB decidiu hoje pela criação de uma comissão provisória que substituirá o Diretório Estadual de São Paulo até novembro. Com a decisão, o grupo do vice-presidente da República, Michel Temer, assumirá o comando do PMDB paulista, que até dezembro era controlado pelo ex-governador Orestes Quércia.

Com o falecimento de Quércia, em 24 de dezembro, o grupo de Temer articulou a renúncia de 80% do Diretório Estadual do PMDB, o que garantiu a Temer o controle do partido no Estado.

A comissão provisória será presidida pelo deputado estadual Baleia Rossi, filho do ministro da Agricultura, Wagner Rossi. O secretário-geral será o deputado estadual Jorge Caruso e o tesoureiro será um assessor de Temer, Arlon Viana. Em novembro, haverá a eleição para um novo diretório.

De acordo com Baleia Rossi, a intenção da comissão provisória é fazer com que o partido cresça com a filiação de membros, principalmente até setembro, prazo final para que alguém se filie visando concorrer às eleições de 2012. Baleia deixou claro ainda que pretende unir as forças divergentes do PMDB.

"Eu agradeço a confiança do vice-presidente Michel Temer. Minha escolha marca uma nova hegemonia no partido", afirmou o deputado, sem pudor em defender o nome de Temer como a principal liderança do PMDB paulista.

Baleia Rossi disse já ter conversado com tradicionais aliados de Quércia, como o prefeito de Araraquara, Marcelo Barbieri, e o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, e garantiu ter o apoio de ambos. "Furlan me disse: 'Vai fundo que eu estou com você'", disse o deputado.

    Leia tudo sobre: pmdbspmichel temerbaleia rossiorestes quercia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG