Governo do Amapá abre sindicância para apurar vazamento de fotos

Jornal local divulgou na sexta-feira imagens de presos pela PF sem camisa e com placas com nome e número

iG Brasília |

O governo do Amapá anunciou, por meio de nota oficial, que o Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), em Macapá, abriu sindicância para apurar os responsáveis pelo vazamento de fotografias de presos na Operação Voucher , da Polícia Federal, deflagrada no Ministério do Turismo na última terça-feira.

"O Governo do Amapá irá apurar a verdade; o IAPEN já instaurou sindicância para estabelecer as responsabilidades e, caso comprovadas as acusações, punir os culpados". Segundo a nota, “é política do governo assegurar a dignidade do preso em todas as unidades distribuídas pelo estado”.

A Gazeta de Macapá
Jornal A Gazeta de Macapá divulga fotos de suspeitos presos na Operação Voucher


As fotografias de seis suspeitos de envolvimento em esquema de corrupção no Turismo, detidos no IAPEN até a madrugada deste sábado (13), foram divulgadas na edição de ontem do jornal A Gazeta de Macapá. Tiveram suas fotos expostas na primeira página do jornal o secretário-executivo de Turismo, Frederico Silva Costa, o secretário de Desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins da Silva Filho, o ex-secretário executivo Mário Moysés, além do advogado Jorge Kengo Fukuda, especialista na área de transportes, Sandro Elias Saad e Luiz Gustavo Machado.

Na noite de sexta-feira, a presidenta Dilma Rousseff considerou “inaceitável” a divulgação da fotografia dos presos . O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, também condenou o vazamento que, segundo ele, é “uma violação do princípio da dignidade do preso”.

Leia a íntegra da nota do Governo do Amapá:
A respeito do vazamento de fotos dos detidos na Operação Voucher da Polícia Federal, supostamente feitas nas dependências do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), em Macapá, o Governo do Estado do Amapá esclarece:

- É política do Governo assegurar a dignidade do preso em todas as unidades distribuídas pelo estado;
- O Governo do Amapá irá apurar a verdade; o IAPEN já instaurou sindicância para estabelecer as responsabilidades e, caso comprovadas as acusações, punir os culpados.

Macapá, 13 de agosto de 2011
Governo do Estado do Amapá

    Leia tudo sobre: crise no turismooperação voucherAmapá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG