Jornal local divulgou na sexta-feira imagens de presos pela PF sem camisa e com placas com nome e número

O governo do Amapá anunciou, por meio de nota oficial, que o Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), em Macapá, abriu sindicância para apurar os responsáveis pelo vazamento de fotografias de presos na Operação Voucher , da Polícia Federal, deflagrada no Ministério do Turismo na última terça-feira.

"O Governo do Amapá irá apurar a verdade; o IAPEN já instaurou sindicância para estabelecer as responsabilidades e, caso comprovadas as acusações, punir os culpados". Segundo a nota, “é política do governo assegurar a dignidade do preso em todas as unidades distribuídas pelo estado”.

Jornal A Gazeta de Macapá divulga fotos de suspeitos presos na Operação Voucher
A Gazeta de Macapá
Jornal A Gazeta de Macapá divulga fotos de suspeitos presos na Operação Voucher


As fotografias de seis suspeitos de envolvimento em esquema de corrupção no Turismo, detidos no IAPEN até a madrugada deste sábado (13), foram divulgadas na edição de ontem do jornal A Gazeta de Macapá. Tiveram suas fotos expostas na primeira página do jornal o secretário-executivo de Turismo, Frederico Silva Costa, o secretário de Desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins da Silva Filho, o ex-secretário executivo Mário Moysés, além do advogado Jorge Kengo Fukuda, especialista na área de transportes, Sandro Elias Saad e Luiz Gustavo Machado.

Na noite de sexta-feira, a presidenta Dilma Rousseff considerou “inaceitável” a divulgação da fotografia dos presos . O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, também condenou o vazamento que, segundo ele, é “uma violação do princípio da dignidade do preso”.

Leia a íntegra da nota do Governo do Amapá:
A respeito do vazamento de fotos dos detidos na Operação Voucher da Polícia Federal, supostamente feitas nas dependências do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN), em Macapá, o Governo do Estado do Amapá esclarece:

- É política do Governo assegurar a dignidade do preso em todas as unidades distribuídas pelo estado;
- O Governo do Amapá irá apurar a verdade; o IAPEN já instaurou sindicância para estabelecer as responsabilidades e, caso comprovadas as acusações, punir os culpados.

Macapá, 13 de agosto de 2011
Governo do Estado do Amapá

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.