Governo descarta imposto para financiar saúde em 2011

Vaccarezza diz que governo não tomará iniciativa neste ano para criação de imposto voltado para financiamento da saúde

AE |

selo

O governo federal não tomará "nenhuma iniciativa" em 2011 para criar um imposto voltado ao financiamento da área de saúde, afirmou, hoje, o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), após participar da reunião de coordenação política no Palácio do Planalto.

"Não terá nenhuma iniciativa do governo neste ano de imposto (para saúde). "O que o governo está fazendo bem é destinando recursos para a saúde, o que já cumpre o que exige a Emenda 29. O governo federal já está arcando com a sua responsabilidade.", disse o deputado.

A votação da Emenda 29, que fixa porcentuais para serem investidos pela União, pelos Estados e municípios, está marcada para o próximo dia 28 na Câmara dos Deputados. Segundo Vaccarezza, o governo liberou o voto da bancada.

"É preciso tomar uma série de ações para melhorar a gestão, e nós estamos tomando. A principal será o Cartão da Saúde, que vai melhorar bastante. Depois de tudo isso, lá no futuro, vamos discutir com a sociedade se isso é suficiente para dar atendimento de qualidade", completou.

    Leia tudo sobre: Emenda 29SaúdeOrçamentoVaccarezza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG