Governo convence PMDB sobre sigilo em obras da Copa

Após reunião com Ideli, senador Valdir Raupp admitiu que basta melhorar a redação do artigo para eliminar dúvidas

AE |

selo

O presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), admitiu hoje que não é preciso alterar o texto da Medida Provisória (MP) que propõe um Regime Diferenciado de Contratações (RDC) para agilizar as licitações das obras da Copa do Mundo de 2014.

O PMDB se convenceu dos argumentos do governo após se reunir ontem com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. "Não existe sigilo. O texto busca apenas evitar o conluio de empresas no momento da licitação", disse o senador. Para Raupp, basta melhorar a redação do artigo para eliminar as dúvidas sobre o assunto.

A oposição criticou um dispositivo da MP que permite manter sob sigilo o valor de referência das obras e serviços contratados nas licitações. Inicialmente, o PMDB endossou os argumentos e passou a exigir a mudança no texto. Agora, Raupp recuou, reconhecendo que o objetivo do sigilo é evitar que as empresas combinem preços entre si e comprometam a concorrência.

    Leia tudo sobre: CopaPMDBsigilo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG