Governador do Piauí abre arquivo do Estado sobre a ditadura

Wilson Martins (PSB) assina decreta que torna públicos os arquivos dos serviços de inteligência e da polícia

Wilson Lima, iG Maranhão |

O governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), autorizou a abertura de todos os documentos do extinto DOPS (Departamento da Ordem Política e Social), das unidades de inteligência da Polícia Civil e Militar e das Assessorias de Informação relacionados ao regime militar. O decreto 14.473 foi publicado no Diário Oficial do Estado na quinta-feira, dia 12.

Leia também: Assembleia gaúcha estuda abrir seus arquivos da ditadura

No Diário Oficial, o governador autorizou a disponibilização destes documentos afirmando que eles são “fontes importantes de interesse público e geral para o resgate da memória, para defesa dos cidadãos e dos direitos humanos e para a recuperação de fatos relevantes da história contemporânea brasileira e piauiense”.

Ainda pelo decreto 14.473, os documentos ficarão disponíveis no arquivo público do Piauí, localizado em Teresina. No decreto, o governador determina que os documentos ainda ocultos devem ser disponibilizados à consulta pública no prazo máximo de 180 dias. Esse arquivo será integrado a uma rede nacional de documentos. Esses dados também deverão estar disponíveis pela internet.

    Leia tudo sobre: ditadurapiauiarquivos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG