Governador de Sergipe descarta cunho eleitoral em atentado

Marcelo Déda afirma que presidente Lula ofereceu apoio da Polícia Federal e que o receberá às 15hs de hoje

iG São Paulo |

O governador do Estado do Sergipe, Marcelo Déda (PT) afirmou que recebeu uma ligação do presidente Lula e que terá apoio e solidariedade da Polícia Federal para a investigação do atentado sofrido pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), Luis Mendonça. Ele será recebido pelo presidente às 15hs de hoje.

Em sua página no microblogging Twitter, Déda afirmou que conversou também com o presidente do TSE, o ministro Ricardo Lewandowski, e que pediu tranquilidade ao jurista. Segundo Deda, Lewandowski tem viagem marcada para Aracaju ainda hoje e já solicitou ao Ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, a participação e empenho da PF em colaboração com a SSP-SE no caso.

Depois do ocorrido, o TSE comunicou no início da tarde que sessão de hoje está oficialmente cancelada. O governador, que descarta qualquer vínculo eleitoral com o atentado, também cancelou a sua agenda de compromissos.


    Leia tudo sobre: Marcelo DédaTRE-SE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG